Ouvidoria e Procon atendem moradores no bairro Pedra 90

Redação (com informações da assessoria)

 

A segunda edição do projeto “Ouvidoria Itinerante” atende nesta terça-feira (20), na Praça cultural do bairro Pedra 90, juntamente com a unidade móvel do Procon Itinerante, realizando atendimento aos cidadãos da região Sul de Cuiabá.

A ação visa ampliar a qualidade dos serviços prestados e promove ao mesmo tempo a divulgação de ações da Prefeitura de Cuiabá.

Quem passar por esse local onde estiver a unidade, poderá conhecer melhor os serviços da Prefeitura, fazer uma denúncia, solicitar informação, reclamação ou elogio. Ao final de cada itinerário, as demandas serão encaminhadas ao local de origem com o objetivo de solucionar cada caso.

Já a unidade do Procon está atendendo no bairro com veículo furgão entregue pelo prefeito Emanuel Pinheiro na semana passada.

“O objetivo desse projeto é garantir que o consumidor seja atendido de forma ágil. Vamos universalizar esse atendimento, chegando às comunidades mais carentes e auxiliando a população na resolução de entraves com prestadores de serviços, para que elas entendam melhor os seus direitos enquanto consumidores, para que possam brigar quando se sentirem lesadas numa relação de consumo. Isso sim é cidadania, é respeitar os direitos da população”, disse o prefeito Emanuel Pinheiro.

A unidade móvel percorre os bairros da Capital, permanecendo por uma semana em cada região, onde funciona de forma itinerante nas comunidades, sempre de segunda a sexta-feira, das 09 às 17 horas.

A equipe que atende nos bairros é altamente capacitada, incluindo um assessor jurídico, que estará à disposição do consumidor para receber reclamações e agendar a data do retorno para audiência de conciliação. Nos casos atendidos que houver necessidade de abertura de processos, as pessoas serão encaminhadas para sede do órgão para os devidos encaminhamentos e procedimentos cabíveis.

Dentre os serviços ofertados pelo Procon Itinerante estão os registros de denúncias ou reclamações, atendimentos e orientações aos consumidores, notificação de estabelecimentos irregulares, audiências de conciliação entre empresas e consumidores, além da distribuição gratuita dos Códigos de Defesa do Consumidor (CDC), dentre outros materiais informativos.

 

 

Foto: Luiz Alves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *