Cotidiano

Período mais severo de seca acende alerta para prevenção de incêndios na vegetação

Publicado

na

Da Redação (com informações da assessoria)

 

Segundo os dados de satélites, sistematizados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), o número de focos de calor aumentou 41,57% em Mato Grosso em 2019, se comparado ao mesmo período do ano anterior. Os dados estão no Informativo do Batalhão de Emergências Ambientais do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), publicado nesta sexta-feira (09.08). A comparação toma por base o período de 1º de janeiro até o dia 31 do mês de julho de cada ano. Com esses dados a população precisa ficar em alerta para evitar o agravamento desse quadro.

O CBMMT já atendeu a 660 incêndios em vegetação (terrenos urbanos e incêndios florestais) somente neste mês de julho. Para comparar com meses fora da temporada de incêndios florestais, de janeiro até abril foram 136 incêndios em vegetação em todo o estado. Os atendimentos a incêndios em vegetação de julho são quase 20 vezes maiores que a média dos quatro primeiros meses.

Leia Também:  Primeiro trimestre teve menor número de homicídios, roubos e furtos dos últimos 3 anos

Mato Grosso não está sozinho nesse crescimento. Na Amazônia Legal houve um acréscimo de 41,77%, no mesmo período (0,2% a mais que MT). O Brasil também apresenta uma elevação na quantidade de focos de calor, chegando a e 27,91% de crescimento em relação a 2018.

Desde quinta-feira (08.08) o Batalhão de Emergências Ambientais está combatendo um incêndio no Parque Estadual da Serra de Ricardo Franco, em Vila Bela. A unidade de conservação estadual se localiza na fronteira com a Bolívia e possui duas das mais altas cachoeiras do estado. Sem previsão de chuva ou de redução da temperatura até o final de agosto, a população precisa colaborar com os órgãos de fiscalização e controle para que não se repita o quadro dos anos de 2007 e 2010, anos mais lembrados pela fumaça intensa.

 

 

Foto por: Comitê do Fogo

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

Policiais da DRE prendem casal com 5 quilos de maconha e cocaína

Publicado

na

Marido e mulher foram presos, durante uma investigação de policiais Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), da Polícia Civil.

Os dois, segundo as investigações, atuavam na venda de drogas em casa, onde mantinham uma “boca” de porte médio, no bairro Jardim Vitória, em Cuiabá.

Além da prisão do casal, os policiais da DRE apreenderam cinco quilos de maconha, R$ 3 mil em dinheiro, além de apetrechos relacionados ao tráfico de drogas.

As investigações já vinham de desenvolvendo há cerca de 30 dias, com o monitoramento do local para observação da entrada e saída de usuários que iam lá comprar as drogas.

Nas investigações, a Polícia confirmou que o homem recebia ajuda do cunhado e da própria esposa para realizar a entrega de drogas em “bocas” de fumo, assim como para o recebimento de dinheiro de outros traficantes.

No último sábado (26), os policiais da DRE receberam denúncia de que o casal de traficantes estaria com uma grande quantia de drogas, que estava sendo vendida no local e em outros bairros da Capital.

Com base nas informações, os policiais realizaram abordagem na residência sendo localizadas no quarto do casal porções de maconha, balança de precisão e dinheiro.

Nos outros quartos da casa revistados, os policiais apreenderam porções de maconha e cocaína, totalizando aproximadamente cinco quilos de entorpecentes, além de cadernos com anotações para o tráfico.

Os acusados foram presos em flagrante, com a materialização das drogas apreendidas, e autuados na sede da DRE em crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

Fonte: Diário de Cuiabá

Leia Também:  Previsão para este fim de semana é de vendaval e granizo para Cuiabá e outras 65 cidades
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA