Sobrinho de servidora morta com um tiro na boca é preso como quarto envolvido

Por Rafael Medeiros

William Neto Leite foi preso na manhã desta sexta-feira (2), como quarto envolvido na morte da servidora municipal de Várzea Grande, Sandra Regina de Siqueira Travaina, 48 anos, vítima de latrocínio na madrugada do dia 2 de julho.

O suspeito era tratado como sobrinho de Sandra e passou toda a rotina e informou os bens que a vítima teria dentro da residência aos executores.

William – na verdade – é filho de uma amiga da vítima, porém Sandra e sua família o tinham, em consideração, como um ente de dentro da família, assim o identificavam como sobrinho.  Ele tem passagens por roubo e receptação e é considerado um criminoso contumaz na prática de delitos.

A delegada Elaine Fernandes da Silva disse que o prazo da conclusão do inquérito vence nesta sexta-feira (12) e ainda apura um quinto suspeito de ter auxiliado na logística e transporte dos criminosos até o local e suporte na fuga.

Trata-se de Bruno Pereira, que seria o piloto que asseguraria a fuga do bando. Bruno teria deixado os três bandidos diretamente na ação, próximo à casa da vítima e depois dado apoio na fuga, usando um veículo Astra.

Os suspeitos estão indiciados por latrocínio consumado e associação criminosa.

André Luiz Gomes, 20, conhecido como “Neguinho”, foi o primeiro a ser preso, um dia após o crime, na cidade de Cáceres (a 212 km de Cuiabá).

Policiais da Derf contou com o apoio do Núcleo de Inteligência de Primavera do Leste e assessoramento da Diretoria de Inteligência para chegar até a sua localização.

Os investigadores se deslocaram para Cáceres e o prenderam em flagrante. O suspeito Jordão Rodrigues Neto, que se entregou à polícia terça-feira (9), tem condenação por tráfico de drogas e estava em liberdade (regime semiaberto), sendo monitorado por tornozeleira eletrônica. Levantamento pelos policiais junto à Central de Monitoramento aponta que ele desliga o aparelho no ato dos crimes cometidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *