Política

Projeto prevê programa educativo na TV Assembleia

Publicado

na

Da redação (com informações da assessoria)

 

O Projeto de Resolução  nº 190/2019 quer levar um programa de caráter educativo aos mato-grossenses, através da TV Assembleia. Educa Mato Grosso é uma proposta do primeiro-secretário, o deputado estadual Max Russi (PSB). A proposição estáe tramitando na Casa de Leis.

A ideia é que a novo programa seja transmitido de segunda a sexta-feira ,com duração mínima de trinta minutos e máxima de sessenta minutos. “Esse é um meio de comunicação com grande estimativa de alcance e uma oportunidade para contribuir no crescimento pessoal de cada cidadão”, defendeu o parlamentar.

Como forma de garantir mais acesso a informação educativa, Max Russi destacou a importância de incentivar a criação de programas como esse, que ajudariam no desenvolvimento e progresso do cidadão telespectador.

“A educação é um direto fundamental, que ajuda no desenvolvimento de nosso país e estado, principalmente no progresso de cada indivíduo. A televisão ainda é um canal bastante eficaz e tem a capacidade de entrar dentro da casa das pessoas”, enfatizou.

O deputado Max Russi também ressaltou a eficácia do ensino através de plataformas digitais, a distância e transmitido pela televisão.  “Essa é uma tendência em todo território nacional, há muito tempo. Não somente nos centros especializados em cursos profissionalizantes, como também em universidades”, complementou.

Leia Também:  Governador envia texto da Reforma da Previdência à AL e espera votação tranquila

 

 

Foto: Karen Malagoli

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Com nível baixo de transmissão da Covid – 19 Várzea Grande adota novas medidas

Publicado

na

Com nível baixo de transmissão e contaminação da Covid- 19 e estando atrás de outras nove cidades de Mato Grosso, Várzea Grande, segunda maior cidade do Estado, começa a tomar medidas visando a retomada da normalidade em diversas atividades e novo decreto de número 64, da prefeita Lucimar Sacre de Campos publicado hoje, mantendo a situação de emergência, amplia, no entanto, o número de participantes em eventos para 300 pessoas ou 500 quando corporativos, empresariais, técnicos e científicos e também quando se tratar de eventos drive in, aqueles realizados com os participantes dentro de veículos.

“Estamos adotando medidas concretas e calcadas em números apontados pelos Boletins Epidemiológicos do Estado de Mato Grosso e de Várzea Grande que demonstram estarmos com a Covid- 19 em desaceleração e mantendo-se sob controle, o que é mais importante, com aumento no número de casos recuperados, graças aos esforços de nossa equipe das áreas de saúde entre outras”, disse a prefeita Lucimar Sacre de Campos sinalizando que, no entanto, ao menor ruído de aceleração nos casos, novamente adotará medidas enérgicas.

As últimas medidas adotadas pela Prefeitura de Várzea Grande que definiu a retomada de atividades do comércio e da indústria já completaram 15 dias de efetiva aplicabilidade sem alterações substanciais no número de casos da Covid- 19, tanto que hoje a cidade está com 2,48% dos casos ativos que são aqueles que podem ser transmissores da enfermidade para outras pessoas.

“Podemos dizer que estamos em uma situação confortável, mas sempre de alerta para sabermos como a doença se comporta, e se necessário novas medidas restritivas podem ser adotadas, lembrando que nossas decisões enquanto Poder Público Municipal sempre forma calcadas em dados técnicos”, disse o secretário de Saúde, Diógenes Marcondes apontando que Várzea Grande está atrás de outras oito cidades que tem uma média de 30% a 50% de sua população, mas com taxas de transmissão bem mais elevadas.

Outras medidas determinadas pelo Decreto Municipal já publicado, prevê a retomada das atividades de capacitação, treinamento ou eventos coletivos pelos órgãos da Administração Municipal com no máximo 250 pessoas e prevê e retomada gradual do trabalho presencial de servidores públicos municipais com idade igual ou superior a 60 anos, gestantes, lactantes, com doenças crônicas ou imunodeprimidos para retomarem as atividades, em meio expediente para jornadas de 30 ou 20 horas, com orientação da chefia e após avaliação médica.

Aqueles que não puderem retomar as atividades mesmo que parcial de forma presencial permanecerão em Home Office através do teletrabalho com metas a serem atingidas ou poderão ser transferidos para outras unidades, ou mesmo adiantarem férias ou licenças-prêmios de forma regulares e com avaliação médica e dos chefes imediatos.

Lucimar Campos reforçou o compromisso da Administração Municipal no combate a pandemia e agradeceu o empenho e a dedicação dos profissionais da área de saúde, que atuaram na linha de frente, bem como outros fundamentais neste momento de pandemia como a Guarda Municipal, os profissionais da Educação da área essencial e sinalizou que aguarda para os próximos dias o controle total da Covid- 19, em Várzea Grande, mesmo sendo a cidade uma das referências no atendimento de pacientes de todo Mato Grosso, de outros Estados e até mesmo de países vizinhos ao Brasil.

Fonte: Secom/VG

 

Leia Também:  Partidos lançam 13 candidatos à Presidência da República
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA