Sem salário, motoristas do transporte coletivo fazem paralisação

De Thaiza Assunção | Foto: Reprodução

Funcionários do transporte coletivo de Cuiabá e Várzea Grande paralisaram as atividades na madrugada desta segunda-feira (10).
A paralisação atinge 100% da frota da Grande Cuiabá e pegou de surpresa os usuários do transporte coletivo.
Os profissionais alegam que não receberam o salário de maio e decidiram não trabalhar.
Eles afirmaram que as empresas fizeram um acordo coletivo que previa o pagamento do salário no quinto dia útil de cada mês.
No entanto, segundo os profissionais, o acordo não é cumprido há seis meses.
Os trabalhadores prometem ficar com os braços cruzados até que os representantes das empresas deem um posicionamento sobre a situação.
A assessoria de imprensa da Associação Matogrossense dos Transportadores Urbano (MTU) informou que as empresas estão com dificuldades financeiras e ainda tentam viabilizar o pagamento.
A paralisação afeta cerca de 270 mil passageiros nas duas cidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *