Funcionários chamam sargento de “gostosa”; gemem e são presos dentro do TJ de MT

Uma sargento da Polícia Militar, T.L.U.O, de 40 anos, deu voz de prisão para dois funcionários prestadores de serviços, A.M. L.O, de 32 anos, e J.G.S, de 31 anos, dentro da sede do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJ-MT), após sofrer um assédio sexual enquanto passava pelo pátio do local na tarde desta quinta-feira (30), no Centro Político Administrativo, em Cuiabá. De acordo com informações, a policial passava pelo local quando dois funcionários de uma construtora que presta serviço ao TJ “mexeu” com a militar a chamando de “gostosa”.

A dupla também emitia sons pela boca simulando “orgasmo”. Em seguida, a policial que estava fardada se aproximou dos dois assediadores quando um deles reagiu com um comentário debochado “Nossa, olha lá, lá vem ela”.

A militar estava fardada e quando chegou perto dos homens, o segundo assediador reafirmou “gostosa, hein”. Diante da situação, a sargento deu voz de prisão aos homens que foram levados para Central de Flagrante.

 

 

Fonte: Folha Max

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *