Casal é preso, suspeito de esfaquear e queimar tratorista por causa de assédio

Uma mulher de 49 anos e um homem de 61 anos foram identificados e presos, suspeitos de matar o tratorista Adilson do Rosário Vieira, 55 anos.

O casal foi ouvido nesta última quarta-feira (15) e liberados – por estarem fora do período de flagrante -, mas devem responder por homicídio qualificado.

A vítima, conhecida como Valadares, foi encontrada sem vida nos fundos de um apartamento, localizado em frente a um hotel, na Avenida Bom Jesus, no centro de Pontes e Lacerda (a 443 km de Cuiabá). O corpo apresentava sinais de ferimentos com faca e queimaduras.

Sabe-se que os suspeitos, um deles conhecido por Mossoró, e a vítima estavam ingerindo bebida alcoólica juntos na casa da mulher [C.A.D].

Em determinado momento, a mulher [C.A.D] que fazia comida em um fogareiro, teria sido assediada sexualmente, e ela acabou arremessando um pote com álcool em Adilson, que pegou fogo provocando as queimaduras.

Mais ocorrências

No mesmo final de semana foi registrado mais um homicídio, cuja vítima, identificada apenas por Fernando, foi encontrada ensangüentada com vários golpes de faca, no braço, pescoço, peito e barriga. O autor dessa morte, Marcos de Franca, 29 anos, foi preso em flagrante pela Polícia Militar.

As investigações são do delegado Clayton Queiroz Moura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *