Sem categoria

Câmara inicia ciclo de palestras voltado ao combate à violência contra a mulher nesta quinta (16)

Publicado

na

Da redação (com informações da assessoria)

 

 

O Bairro Jardim Colorado será o primeiro a receber a palestra.
Acontece nesta quinta-feira (16), no bairro Jardim Colorado em Cuiabá, a palestra “Rompendo Ciclos de Dor”. Esta será a primeira rodada do circuito de palestras voltada para combate à violência contra a mulher.
Este projeto está sendo desenvolvido pela Câmara Municipal de Cuiabá por meio da Secretaria Geral. A palestra será realizada na Escola Municipal Nossa Senhora Aparecida, localizada na Rua Frei Quirino nº 22 Jardim Colorado, das 18h30min às 20h30min.
Os palestrantes serão a Drª Jozirlethe Magalhães Crivelatto, delegada titular da defesa da mulher, e pela Tenente Coronel Graziela Bugalho, idealizadora do projeto “Patrulha Maria da Penha”.
“Nosso principal foco é diminuir esse índice de feminicídio em Mato Grosso. E como se faz ara combater, para não chegar a este último grau de violência? É combatendo essa violência ainda quando ela esta iniciando, o ciclo quando ele esta se iniciando. São nas injurias, ameaças, no início de um relacionamento abusivo, e aí entra a conscientização. Precisamos conversar com essas mulheres, explicar o que é relacionamento abusivo, como pode se fazer para sair de um relacionamento abusivo”, explicou a delegada Jozirlethe.
Ela ainda ressalta a importância da participação dos homens nessas palestras educativas. “Não queremos conversar apenas com as mulheres, queremos que os homens também possam nos ouvir e entender a importância disso”, frisou.
Conforme dados da Secretaria de Segurança Pública do Estado, 82 mulheres foram mortas em Mato Grosso somente no ano passado. Destas, 38 foram vítimas de feminicídio.
Cuiabá é a cidade que possui o maior número de feminicídios registrados. Em 2018, foram constatados sete homicídios cometidos contra mulheres, que é motivado por violência doméstica ou discriminação de gênero.
O levantamento ainda mostra que, mais de 10.500 foram vítimas de violência na Capital no ano passado. Os dados são considerados alarmantes pela chefe do Núcleo de Apoio a Mulher, Criança e Idosos do Parlamento Municipal, Jerusa Camargo.
“Quanto mais for falado e trabalhado em cima desse assunto, maiores são as chances de diminuirmos estes números”, explicou.
De acordo com Jerusa, a intenção é orientar e conscientizar a sociedade quanto a este tema. “Dentro da nossa Capital, a Câmara de Cuiabá está tentando levar para mais perto da sociedade, dentro dos bairros, esse esclarecimentos através de palestras educadoras, para orientar a comunidade da importância de se combater a violência contra a mulher”, completou.
A presidente do bairro Novo Colorado, Hugolina da Cruz ressalta a importância do projeto a região, tendo em vista os casos registrados recentemente.
“Essa é uma palestra muito importante diante dos casos que estão acontecendo em nossa região. Por isso, é muito importante a participação tanto de homens quanto de mulheres”, finalizou.
Leia Também:  Atlético-ES empata com Luverdense e avança à final
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Sem categoria

No ato: Homem é preso em flagrante depois de roubar celular de casal

Publicado

na

Policiais militares do 6º BPM de Cáceres (a 225 km de Cuiabá) prenderam nesta quinta-feira (17.09), um homem por roubo, no bairro Parque Nova Era.

Os policiais foram acionados para atender um assalto em andamento. Quando chegaram ao local, encontraram pessoas em luta corporal com o suspeito. 

Com a situação apaziguada, as vítimas, um homem e uma mulher, contaram que tinham sido rendidos pelo suspeito que estava armado e os obrigou entregar o celular.

O cidadão reagiu e tomou a arma do suspeito, mas era uma réplica de pistola e iniciou uma luta com o criminoso. Moradores próximos foram ajudar e acionaram a PM. O suspeito estava com uma bicicleta que também foi apreendida.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM-MT
Leia Também:  Professor é acusado de estuprar aluna de 7 anos em Cuiabá
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA