Unidades de ensino de Cuiabá instalam urnas para coleta de recursos à campanha da OAB-MT

Da redação (com informações da assessoria)
Instituições públicas e particulares de ensino de Cuiabá entraram na iniciativa para ajudar as famílias moçambicanas vítimas do ciclone Idai, que passou pelo país e devastou diversas cidades, lançada pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) e parceiros. Instalaram urnas para coleta de dinheiro que será enviado ao país africano, com a proposta de que os alunos doem pelo menos um dia de dinheiro gasto com o lanche. As doações da campanha “Moçambique Vive” serão arrecadadas até dia 26 de maio.
    “Acolhemos prontamente a campanha por entender que o povo de Moçambique necessita urgentemente de ajuda internacional. Nossos alunos abraçaram a campanha acreditando que um pequeno gesto é capaz de garantir a sobrevivência de irmãos africanos”, comentou o diretor geral do Colégio Maxi, professor Leão.
    Outras unidades que aderiram à campanha foram o Colégio Coração de Jesus, o Colégio Master, a Escola Municipal Darcy Ribeiro, a MT Escola de Teatro vinculada à Universidade Estadual de Mato Grosso e o campus Barão da Universidade de Cuiabá. Todas dispuseram urnas em suas áreas de convívio coletivo para que os alunos possam fazer a doação.
    A campanha “Moçambique Vive” foi lançada pela OAB-MT no dia 26 de abril, depois de a entidade ser procurada por uma organização não governamental chamada Grupo de Mulheres de Partilha de Ideias de Sofala em Moçambique (GMPIS) para iniciar um trabalho de ajuda humanitária ao país em razão do estado de miserabilidade em que vivem a população. A OAB-MT procurou a TV Centro América, principal parceira da iniciativa, para divulgar a ação, o que está sendo feito gratuitamente pela emissora em sua programação até o próximo dia 26.
    imgTodas as informações sobre a campanha podem ser acessadas no site www.mocambiquevive.com.br, inclusive para ter acesso aos dados para doação em conta bancária aberta pela OAB-MT especificamente para a iniciativa.
    “Assim como a iniciativa das escolas, toda sociedade mato-grossense está convidada a contribuir. O pouco que fizermos será de muita valia para o país”, finalizou o secretário-geral da OAB-MT e idealizador da campanha, Flávio Ferreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *