Desembargadora é convidada a presidir Câmara Temática em defesa das mulheres

Da redação (com informações da assessoria)

 

 

 

O deputado estadual Wilson Santos (PSDB) e a presidente em exercício da Assembleia Legislativa, Janaína Riva (MDB), oficializaram convite na manhã desta quarta-feira (8) à desembargadora do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, Maria Erotides Kneip, para presidir a Câmara Setorial Temática recém- aprovada pelo Legislativo, que vai discutir a propositura de leis e políticas públicas destinadas ao combate à violência doméstica e efetivação de direitos das mulheres.

O requerimento de autoria do deputado estadual Wilson Santos que cria a Câmara Setorial Temática foi aprovada pelo plenário na sessão ordinária de terça-feira (7).

“É uma sugestão que encaminhei após ouvir diversos segmentos em defesa de políticas para as mulheres. Mais do que uma magistrada, a desembargadora Maria Erotides goza de um imenso prestígio em Mato Grosso e tem total credibilidade para presidir a Câmara Temática”, disse.

O parlamentar ressaltou que a magistrada agradeceu ao convite, porém, vai analisar critérios técnicos e legais antes de conceder uma resposta em definitivo. “Respeito a posição da magistrada e iremos aguardá-la, ansiosamente esperando pelo sim”, disse.

A deputada estadual Janaína Riva considera a desembargadora Maria Erotides a mulher mais preparada em Mato Grosso para presidir a Câmara Setorial Temática.

“O Legislativo planeja trabalhar em conjunto com o Judiciário para formular leis e políticas públicas que oportunizem combate à violência doméstica, amparo familiar e inserção social as mulheres dos 141 municípios de Mato Grosso. A desembargadora Maria Erotides detém uma ampla visão social e dispõe de conhecimento técnico para conduzir esse trabalho em conjunto”.

Objetivos – Por iniciativa do deputado estadual Wilson Santos, a Câmara Setorial Temática planeja agregar mulheres de Mato Grosso que exercem liderança em movimentos sociais e também nas esferas dos poderes constituídos para oportunizar debates que possam culminar em aperfeiçoamento das leis bem como formulação e execução de políticas públicas em prol dos direitos das mulheres.

Os debates serão norteados pelas propostas de garantia da integridade física, moral e psicológica, acesso à educação, habitação, cultura, saúde e geração de emprego e renda.

Foram convidadas a integrar a Câmara Setorial a juíza Amini Haddad Campos, a promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues, a Defensora Pública Rosana Leite Antunes de Barros,  ex-vice-prefeita de Cuiabá, Jacy Proença, Eliane Rodrigues Lima, 1ª mulher indígena a se formar em Direito, consultora técnica da Federação dos Povos e Organizações Indígenas de Mato Grosso, a presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres, Telma Reis.

Também foram convidadas a Procuradora do Estado Glaucia Anne Kelly Rodrigues Amaral, a delegada lotada na Delegacia da Mulher, Josylerth Magalhães, a professora Vera Bertolini, mestre em Política Social e pesquisadora do Núcleo de Estudos sobre a Mulher e as relações de Gênero da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), a presidente da Comissão da Mulher da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional mato Grosso (OAB-MT), Clarissa Lopes Maluf, e a presidente do Conselho Municipal de Assistência Social e coordenadora do Centro da Pastoral do Migrante, Eliana Vitalino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *