5 assassinatos, 1 feminicídio e uma tentativa de latrocínio marcaram o final de semana

Rafael Medeiros, da Redação

Pelo menos cinco homicídios, uma tentativa de latrocínio e um feminicídio foram registrados no estado, marcando com violência o final de semana em Mato Grosso.

Uma das vítima foi Rubens Ferreira Coelho, popularmente conhecido como ‘Rubão’. Ele foi morto a tiros na Rua Castelo Branco, no bairro Centro Antigo, em Peixoto de Azevedo (659 km de Cuiabá).

Segundo a Polícia Civil, imagens de câmeras de segurança nas proximidades mostram que Rubens teria sido vítima de uma emboscada. Ele  trafegava em uma motocicleta, quando, dois homens o abordaram e atiraram várias vezes a ‘queima-roupa’.

Pelo menos seis tiros foram disparados, quatro acertaram ‘Rubão’.

As imagens ainda não foram divulgadas a imprensa. Até agora, ninguém foi preso.

Mulher mata marido

Uma discussão entre casal terminou em morte no ultimo domingo (14). Lucinéia Maria de Almeida, de 30 anos, é acusada de matar o companheiro Carlos Roberto de Souza Oliveira, 58 anos, com uma faca de serra. O golpe fatal atingiu a artéria do homem, que morreu na hora.

As investigações da Polícia Civil dão conta que os dois tinham um caso amoroso há algum tempo, porém não moravam juntos. No domingo o casal marcou de se encontrar. Ao chegar na casa do namorado iniciou-se a discussão, pois a vitima – Carlos – estava enciumado.

A mulher disse que depoimento, que já no início da discussão recebeu um tapa na cara que a enfureceu, em seguida pegou a faca e golpeou Carlos na garganta. A suspeita não fugiu e foi presa em flagrante.

Nortão cruel

No sábado (13), dois morreram a tiros em Sinop (480 km de Cuiabá). Segundo a Polícia Civil, os assassinatos ocorreram num intervalo de 4 horas.

Patrick Sutero Cunha de Sousa, 24 anos, foi assassinado durante uma bebedeira, em um  bar na rua das Primaveras, no bairro Parque das Araras, região central da cidade.

Segundo a Polícia Civil, a vítima teria entrado em luta corporal com um ‘amigo de bar’, quando acabou atingida por tiros.

Um segurança do estabelecimento foi ouvido pela Polícia Civil e declarou que o assasino, ao chegar no local, se identificou como policial militar e por estaria armado. O homem teria apresentado a carteira funcional de identificação. Ainda segundo a polícia, por volta de 1h40, os ‘amigos’ se desentenderam e ambos “entraram em luta corporal’.

Patrick foi atingido por pelo menos três tiros e morreu na calçada do bar ao tentar gritar por socorro. No local, a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) encontrou quatro cápsulas de pistola calibre 380.

No Jardim Boa Esperança, Fabrício Cardoso Pereira, 19 anos, também foi morto a tiros.

O criminoso teria fugido em um carro preto, segundo relatos feitos para policiais. Segundo a Polícia Civil Fabrício foi atingido por 5 tiros.

Os corpos de Patrick e Fabrício foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) em Sorriso e foram liberados no início da noite de domingo (14).

Feminicídio 

Kendra Rayane Carvalho, 17 anos, foi assassinada no sábado em Mirassol D’Oeste (290 km a oeste de Cuiabá). Suspeito do crime é seu ex-namorado, Ronaldo José de Souza Oliveira.

Pouco antes do homicídio, a jovem estava em uma festa e foi embora para casa na companhia de um amigo. Ambos foram atingidos por disparos de arma de fogo, disparados por Ronaldo.

O suspeito que não aceitava o fim do relacionamento, chegou a enviar mensagens para a mãe da adolescente dizendo que a mataria. O amigo de Kendra, H.T.S., 25, foi socorrido com vida e encaminhado para um hospital em Cáceres. Ronaldo não foi localizado.

Cuiabá 

Lucas Rosa Pereira, 35 anos, foi encontrado morto na manhã de sábado (13), no Distrito Industrial, em Cuiabá. O corpo estava num local de mata ao lado de um Pálio verde.

 

Várzea Grande

Por volta, da 1h de domingo (14), no bairro Jardim Potiguar – região do Zero KM – , em Várzea Grande, L. M. S., 45, foi atingido por três disparos de arma de fogo, dois no tórax e um no braço.

Ele foi encaminhado ao Pronto Socorro Municipal de Cuiabá por uma testemunha a quem teria pedido socorro.

Aos policiais a testemunha informou que a vítima relatou ter sido alvo de roubo e posteriormente atingido por tiros. A vítima está fora de risco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *