Pastor é preso acusado de abusar de duas crianças em Várzea Grande

Rafael Medeiros, da Redação

Um pastor evangélico de uma casa de oração do bairro Residencial Jacarandá, em Várzea Grande, foi preso no último sábado (23), acusado de estupro de vulnerável.

A denúncia partiu de duas mães de meninas de 9 e 10 anos. Elas contam que as crianças estavam no mercado, quando o pastor Cleuvis Alves de Almeida, 45 anos, teria “passado mão” nas partes intimas das menores.

A casa de oração da qual Cleuvis seria pastor funciona na residência dele e teria cerca de 20 fiéis.

As genitoras D.P.S e D.R.M.S., que contam que na última sexta-feira (22) as crianças de 9 e 10 anos estavam no caixa de um supermercado quando o pastor teria “passado mão” nas partes intimas das menores. A ação foi gravada por câmeras de segurança do estabelecimento [o vídeo não foi divulgado para reportagem].

As denunciantes contam ainda que há alguns dias o pastor vem tentando se aproximar das crianças. Até mesmo no ônibus ele teria chamado as meninas para sentarem no colo dele.

Elas contam ainda que no bairro, outras pessoas também relataram que o suspeito tentou aproximar de outras garotas. Cleuvis foi conduzido para a Central de Flagrantes de Várzea Grande. Ele vai responder pelo crime de estupro de vulnerável.

Outro caso:

Também em Várzea Grande, no bairro Construmat, um homem foi preso em flagrante no sábado (23), após mostrar o órgão genital para uma mulher. V.G.S, 43, conta que estava saindo do trabalho quando Lindauro Ferreira de Assis, 40, a abordou e mostrou o órgão genital.

Segundo ela, desde o dia anterior o homem estava assediando -a. V.G. relata que outras mulheres também teriam sido vítimas de Lindauro.

O homem vai responder pelo crime de assédio sexual.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *