Jornalista afirma que Gustavo Bebianno vazou áudios em confiança

O jornalista Augusto Nunes, colunista da revista Veja, disse nesta 3ª feira (19.fev.2019) que os áudios de conversas por WhatsApp entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Gustavo Bebianno foram divulgados no mesmo dia no site da revista foram repassados pelo próprio Bebianno –”em confiança”.

A declaração foi feita no programa Os Pingos no Is, da rádio Jovem Pan, onde Nunes é comentarista. Disse o jornalista:

“Os áudios e mensagens por WhatsApp que começaram a circular hoje –estão no nosso site– foram divulgados… eu assumo inteiramente a responsabilidade pela divulgação desse material. Esse material me foi passado em confiança pelo Gustavo Bebianno, porque nós nos conhecemos e a confiança imediata se estabeleceu há 2 anos.”

O trecho com a declaração de Augusto Nunes foi recortado e reproduzido nas redes sociais.

Vídeo incorporado

Mortadela Dávilla@MortadeladAvila

Obrigada @augustosnunes por nós mostrar que mais uma vez o Presidente acertou ao demitir Bebianno, o qual estabeleceu uma confiança contigo e perdeu a do resto do país. Os áudios não depõem contra o presidente, mas esse vazamento depõem contra a credibilidade dele e de vocês.

62 pessoas estão falando sobre isso

A RAIVA DE BOLSONARO COM BEBIANNO

Drive Premium, newsletter para assinantes do Poder360, antecipou na 5ª feira (14.fev) que Bolsonaro irritou-se com Bebianno por conta do vazamento na imprensa de gravações de conversas entre os 2. Isso precipitou a demissão do ministro na 2ª feira (18.fev).

Drive também já revelava que a Rede Globo era 1 assunto que inflamava a relação de Bebianno e Bolsonaro.

O então ministro tinha uma reunião com o vice-presidente de Relações Institucionais do Grupo Globo, Paulo Tonet Camargo, marcada para 12 de fevereiro. O encontro teria sido cancelado a pedido de Bolsonaro, dizia o Drive –informação depois confirmada com a divulgação dos áudios.

 

 

 

Credito: Poder360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *