Política

Ciro Gomes recebe alta do hospital e vai participar de debate hoje

Publicado

na

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes, recebeu alta e deixou na tarde de hoje (26) o Hospital Sírio Libanês, na capital paulista, onde estava internado desde ontem, quando passou por procedimento de cauterização de vasos da próstata. Ele apresentava quadro de sangramento urinário espontâneo, relacionado com o crescimento benigno da próstata.

“Turma querida, obrigado por essa enxurrada de amor e carinho. Já está tudo bem. Daqui a pouco, todo mundo ligado comigo no debate do SBT a partir das 17h45”, disse Ciro por meio de suas redes sociais.

No último boletim médico divulgado, o hospital informou que o candidato encontrava-se bem, mas que, “no futuro, talvez tornem-se necessárias novas avaliações para se evitar repetição de episódios semelhantes”.

A assessoria de imprensa do candidato confirmou que Ciro vai participar nesta quarta-feira do debate do SBT/Folha de S.Paulo/UOL, a partir das 17h45.

 

 

 

Credito:Agencia Brasil

Leia Também:  Governador Mauro Mendes participa da Semana do Clima em Nova York
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Política

Governo planeja criar uma ‘força tática da Amazônia’

Publicado

na

Por André Borges |O governo Jair Bolsonaro decidiu criar uma nova força de fiscalização, com poder de polícia, para atuar na região amazônica. O plano é ter uma “Força Tática da Amazônia”, dedicada de forma integral e permanente ao combate a crimes na floresta, em paralelo ao trabalho já realizado pelo Ibama e pelo Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio), do Ministério do Meio Ambiente.

Estadão apurou que o plano, que é liderado pelo vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão, já é estudado pela área jurídica do governo e pelo Ministério de Meio Ambiente, para buscar uma forma de viabilizar a nova força.

A ideia é que esse grupo seja formado, majoritariamente, por militares inativos, com experiência na região. Diferentemente do que ocorre hoje com a presença de militares na região, que têm apenas poder de repressão, esse novo grupo terá autorização para prender, multar e apreender ou destruir equipamentos, funções hoje restritas a agentes do Ibama e do ICMBio que atuam em campo Por essa razão, será vinculado ao Ministério do Meio Ambiente. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Fonte: Estadão Conteúdo – São Paulo
Leia Também:  Governo mantém decreto de janeiro e não fará “feriadão” em novembro
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA