Esperança social

A Constituição diz `bem-estar`.  Jamais, devemos julgar um doente. E sim, seguir a postura de trabalho do Juiz Mário Roberto Kono de Oliveira e equipe, que atuam com prevenção

 

Isto através da “justiça terapêutica (….) recuperação evita reincidência” ou seja: “reparação dos danos à vítima “. Kono Oliveira. (In: Noticias/TJMT/03/10/2008).

 

É notório que os servidores atuantes do Juizado Especial estão seguindo o Parágrafo único da Constituição de 1988 “(…) tendo em vista o equilíbrio do desenvolvimento e do bem-estar em âmbito nacional.”. E no Art. 193 diz “(…) justiça sociais.”

 

O usuário de droga ou dependente químico é conhecido pela sociedade como detentor de uma doença considerada crônica. Quando o usuário admite que a possui, eles/elas assumiram que aceitam recuperar-se. É viável à recuperação integral.

Todos os dependentes eram orientados pelo programa Justiça Terapêutica desenvolvido pelo Núcleo Psicossocial Forense

 

O Cenário na Av. Presidente Getúlio Vargas, 450, Cuiabá-MT, Juizado Especial Criminal Unificado da Capital/(Jecrim).  Em 19/06/2018 nesse endereço era de luzes sociais primando para uma sociedade com mais igualdade.

 

A indumentária dos profissionais era de comemoração, sendo revelador pelo ambiente lúdico que os profissionais procuravam transmitir para os dependentes químicos.

 

Podemos afirmar que prevenção e comunicação será a solução para união dos povos.

 

Todos os dependentes eram orientados pelo programa Justiça Terapêutica desenvolvido pelo Núcleo Psicossocial Forense (NUPS).

 

Era notável o avanço no sistema de recuperação.

 

Estes profissionais do Juizado Especial são vinculados ao Tribunal de Justiça e trabalham cotidianamente com prevenção.

 

Os usuários são atendidos e encaminhado para as políticas públicas. Empresários visitem – NUPS, para conhecer suas necessidade e evoluções, tanto legais quanto sociais. Unidos seremos vencedores fortalecidos.

 

GRACI OURIVES DE MIRANDA é professora Português/Literaturas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *