Acompanhe o 4º dia de greve dos caminhoneiros pelo Brasil

Os caminhoneiros entraram hoje (24) no quarto dia de manifestações contra o preço elevado dos combustíveis. Na noite desta quarta-feira (23), o presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou uma redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 15 dias. A decisão, segundo ele, busca contribuir com uma possível trégua no movimento da categoria.

Em Brasília, há registros de postos fechados, com estoque de combustível zerado. Em São Paulo, o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo do estado, José Alberto Paiva Gouveia, informou que, desde o início dessa quarta-feira (23), os postos de abastecimento do estado não receberam combustível, e há estoque para operar só por até três dias. No Rio de Janeiro, de acordo com o Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis do Município (Sindcomb), ao menos metade dos postos da capital estará, nesta quinta-feira, sem algum dos três combustíveis: gasolina, diesel ou etanol.

Ainda no Rio, os produtos comercializados nas Centrais de Abastecimento (Ceasa), principal centro de distribuição de hortifrutigranjeiros no estado, já registram grande alta de preços. Em São Paulo, a Associação Paulista de Supermercados (Apas) informa que as paralisações já causam desabastecimento nos supermercados, em especial nos itens de frutas, legumes e verduras, que são perecíveis e de abastecimento diário.

24/05 14:09
Reoneração é aprovada com erro e projeto será ajustado, diz Marun

O ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, disse hoje (24) que houve um equívoco de cálculo na compensação prevista no projeto de lei da reoneração da folha de pagamento que zerou o PIS/Cofins para o diesel até o fim do ano. Segundo ele, agora é preciso avançar para um ajuste.

“Houve um erro de cálculo. Foi com base em um cálculo equivocado que o relator propôs as medidas que foram aprovadas ontem na Câmara dos Deputados”. A medida, aprovada na noite desta quarta-feira, ainda precisa ser analisada pelo Senado, antes de seguir para a sanção presidencial

24/05 13:18
Motoristas enfrentam longas filas em Brasília para abastecer veículos

Os motoristas do Distrito Federal mudaram a rotina nesta quinta-feira (24), quarto dia de paralisação dos caminhoneiros. Filas imensas se estenderam pelas ruas nas quais havia postos que dispunham de combustíveis para vender. Em vários locais, não havia mais gasolina, nem diesel.

Em alguns pontos da cidade, filas para abastecimento chegaram a 4 quilômetros (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

24/05 13:15
Mais de 100 lojas no DF aderem ao Dia da Liberdade de Impostos

Além dos shoppings, os postos de combustíveis da rede Jarjour da Asa Norte, da Asa Sul e de Taguatinga participam da ação. Nas unidades da rede, estarão disponíveis, hoje, 30 mil litros de gasolina com preço reduzido, sendo que cada motorista poderá abastecer seu veículo com, no máximo, 20 litros e deverá efetuar o pagamento em dinheiro.

 

Updated: 24/05 13:13

Greve de caminhoneiros afeta aulas em escolas e universidades

Escolas e universidades são afetadas pela greve dos caminhoneiros, que chega hoje (24) ao quarto dia. Isto porque a falta de combustível está levando à redução da circulação tanto de ônibus escolares quanto de transporte público, dificultando a chegada de estudantes, professores e funcionários aos estabelecimentos.

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que já havia suspendido as aulas e o expediente administrativo até a manhã de hoje, emitiu um novo comunicado suspendendo também as atividades desta tarde e noite nos campi Recife, Vitória e Caruaru.

 

Caminhoneiros protestam contra elevação no preço do diesel na rodovia BR-040, em Duque de Caxias. /Fernando Frazão/Agência Brasil

24/05 13:11
Anac: apesar da escassez de combustível, voos seguem abastecidos

Em nota, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou hoje (24) que, apesar da escassez de combustível nos aeroportos, “todos os voos que estão em operação seguem abastecidos dentro do estabelecido pelos regulamentos da Agência”.

 

Updated: 24/05 12:53
Deve faltar combustíveis nos postos do Rio, alerta sindicato

A paralisação dos caminhoneiros deve afetar de forma drástica o cotididano dos moradores do Rio de Janeiro. A previsão é que os postos só tenham combustíveis até o final da noite de hoje (25), segundo os sindicatos do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência (Sindestado-RJ) e do Comércio Varejista dos Distribuidores de Combustíveis, Lubrificantes e de Lojas de Conveniência do Município do Rio (Sindicomb).

A estimativa é que 90% dos postos fiquem sem combustíveis, nos 92 municípios do estado do Rio de Janeiro, de acordo com o Sindestado-RJ. O Sindicomb acrescentou que em mais da metade dos postos já faltam os produtos.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

24/05 12:51
Ao vivo em Pernambuco

A Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que já havia suspendido as aulas e o expediente administrativo até esta manhã (24), emitiu um novo comunicado suspendendo também as atividades desta tarde e noite nos campi Recife, Vitória e Caruaru.

Os restaurantes universitários do Recife e do Centro Acadêmico do Agreste (CAA) não servirão jantar. Ainda segundo a UFPE, as entrevistas e demais atendimentos dos serviços oferecidos pela Pró-Reitoria de Assistência Estudantil que estavam marcados para hoje serão reagendados.

A Universidade de Pernambuco (UPE) também suspendeu as atividades acadêmicas e administrativas de todos os seus 15 campi da tarde e noite de hoje . As atividades assistenciais das unidades do Complexo Hospitalar da UPE, composto pelo Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), Pronto-Socorro Cardiológico Universitário de Pernambuco (Procape) e Centro Integrado de Saúde Amaury de Medeiros (Cisam), estão mantidas em seu máximo, em respeito aos pacientes que compareçam às unidade de saúde. A UPE diz que caso haja redução do número de servidores disponíveis nos atendimentos, serão priorizados os casos com gravidade clínica e situações emergenciais.

24/05 12:49
Votação no Senado de projeto de isenção do diesel está indefinida

A votação do projeto de Lei 8456/17, que acaba com a desoneração da folha de pagamento para a maioria dos setores hoje beneficiados não deve ter no Senado a mesma pressa que teve na Câmara. A aprovação da matéria é importante para tentar encerrar a greve dos caminhoneiros, uma vez que o substitutivo do deputado Orlando Silva (PCdoB-SP) também isenta o óleo diesel das alíquotas do PIS e da Cofins até 31 de dezembro de 2018.

24/05 12:40
São Paulo recorre à Justiça para garantir combustível

A Prefeitura de São Paulo entrou hoje (24) na Justiça para tentar garantir o abastecimento de combustível para os ônibus da frota municipal e os caminhões que fazem a coleta de lixo na cidade.

Segundo a prefeitura, as empresas do sistema municipal de transporte estão com baixo estoque de óleo diesel por causa da greve dos caminhoneiros, o que fez a São Paulo Transportes (SPTrans) reduzir em até 40% o número de ônibus circulando nos horários de entrepico. A medida, segundo a SPTrans, foi necessária para garantir que a frota possa funcionar também no final do dia e à noite.

 

24/05 12:25
Chegada de caminhões ao Ceasa-RJ diminui e preços sobem

A Central de Abastecimento do Estado do Rio de Janeiro (Ceasa-RJ) recebeu somente 50 caminhões entre 3h e 10h de hoje (24), informou a assessoria de imprensa do órgão. O motivo é a greve dos caminhoneiros, que entra hoje no quarto dia. O movimento representa apenas 10% dos número que chega à central em um dia comum e teve reflexo nos preços dos produtos disponíveis. O valor médio das hortaliças, por exemplo, aumentou cerca de 70%, segundo a central de abastecimento.

Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil

24/05 12:23
Ações da Petrobras têm queda de 13% na Bovespa

O anúncio feito pela Petrobras de redução, por 15 dias, no preço do diesel nas refinarias, repercutiu negativamente no índice de ações da Bolsa de Valores de São Paulo (Ibovespa).

As ações preferenciais da Petrobras (mais negociadas e com preferência na distribuição de dividendos) apresentavam uma queda de 13,11% no início da tarde de hoje (24), provocando uma queda no Ibovespa de 1,76% por volta do 12h.

Updated: 24/05 12:21
Governo espera trégua em greve dos caminhoneiros, diz Marun

Segundo Marun, após a reunião de ontem (23) com líderes dos caminhoneiros, o governo avançou em propostas como a redução do preço do combustível, com o anúncio da Petrobras de reduzir em 10% o valor do diesel nas refinarias por 15 dias.

“Vamos nos reunir não mais como ontem, apenas ouvindo, mas já tendo tomado medidas concretas e entendemos que podem resultar numa trégua para que, daí sim, as outras reivindicações, que são muitas, possam ser analisadas com mais tempo e com a necessária responsabilidade”, disse em entrevista a jornalistas após reunião com o presidente Temer e ministros para buscar soluções para a paralisação.

Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil

24/05 12:10
Aeroporto de Brasília mantém contingenciamento de combustível

A escassez de combustível devido à paralisação de caminhoneiros obrigou a concessionária Inframerica a manter o contingenciamento do querosene de aviação no Aeroporto Internacional Juscelino Kubitscheck.

Todos os aviões que pousam na capital federal precisam partir dos aeroportos de origem com combustível suficiente para seguir viagem sem a necessidade de abastecer no terminal brasiliense.

Greve só termina com sanção de alíquota zero do PIS-Cofins, diz Abcam

O presidente da Associação Brasileira dos Caminhoneiros (Abcam), José da Fonseca Lopes, disse hoje (24) que a mobilização dos caminhoneiros nas rodovias do país só será encerrada quando o presidente Michel Temer sancionar e publicar, no Diário Oficial da União, a decisão de zerar a alíquota do PIS-Cofins incidente sobre o diesel.

Para poder ser sancionada pelo presidente, a medida precisa, antes, ser aprovada pelo Senado.

Fonseca disse que os bloqueios nas estradas estão ganhando força inclusive de grupos não ligados aos caminhoneiros.

Updated: 24/05 12:20
Ao vivo em Ubatuba (SP)

A partir de hoje (24), o transporte escolar está suspenso tanto para aulas regulares como atividades de contraturno em Ubatuba (SP). Segundo a prefeitura, três ônibus, oito micro-ônibus e cinco vans deixarão de atender cerca de 1,2 mil alunos das regiões mais distantes.

As máquinas da secretaria de Serviços de Infraestrutura Pública, que executam serviços de manutenção e zeladoria pelo município, também param a partir de hoje.

Os serviços de saúde também poderão ser prejudicados. As reservas de combustível são suficientes, de acordo com a prefeitura, apenas até amanhã (25). A frota usada para a coleta de lixo no município também tem combustível suficiente somente para até sexta-feira.

24/05 11:43
Barcas

Segundo a CCR Barcas, haverá esquema diferenciado de amanhã até segunda-feira. O serviço será interrompido no fim de semana (26 e 27 de maio) na linha Arariboia, mas não haverá alteração nos dias de semana (25 e 28). Haverá cancelamento de algumas viagens nas linhas Charitas, Paquetá e Cocotá.

24/05 11:42
Greve dos caminhoneiros afeta transporte coletivo no Rio

Menos de 70% da frota de ônibus do transporte coletivo está em circulação hoje (24) na cidade do Rio de Janeiro. Segundo o sindicato das empresas (Rio Ônibus), o motivo é a interrupção do abastecimento de óleo diesel em todo o estado, provocada pela greve dos caminhoneiros.

“Com as manifestações que vêm sendo promovidas em todo o país pelo setor de transporte de cargas, contra a política de preços de combustíveis adotada pela Petrobras, as empresas de ônibus estão sob o risco iminente de falta total de combustível”, diz o sindicato, em nota, informando que pela manhã estava circulando 67% do total da frota.

 

24/05 11:31
Cedae teme que greve dos caminhoneiros prejudique tratamento de água

A Cedae, empresa responsável pelo abastecimento de água em grande parte do estado do Rio, pede à população que economize água nos próximos dias. De acordo com a concessionária, a greve dos caminhoneiros pode atrasar a entrega de produtos químicos necessários ao tratamento da água destinada aos consumidores.

Updated: 24/05 11:38
Consumidor pode denunciar aumento abusivo do combustível

O Procon-SP informou hoje (24) que o consumidor que flagrar postos de combustível adotando novos preços em função da greve dos caminhoneiros poderá denunciar à entidade. De acordo com o órgão, a denúncia deve ser feita exclusivamente pela internet no site do Procon e é fundamental anexar na denúncia imagem do cupom fiscal ou, na falta dele, o máximo de informações sobre o estabelecimento (nome/bandeira), endereço, data de compra e preços praticados, se possível com fotos.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Updated: 24/05 11:36
Supermercados

Alguns estados também já começam a sofrer desabastecimento de alimentos, que poderá se estender para todo o Brasil nos próximos dias, “se algo não for feito”, de acordo com a Associação Brasileira de Supermercados (Abras). “A Abras está buscando sensibilizar o governo federal para que uma solução seja tomada imediatamente. Evitando, assim, que a população sofra com a falta de produtos de necessidades básicas e com uma eventual elevação nos preços”, diz a entidade em nota.

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

24/05 11:27
Protestos de caminhoneiros afeta distribuição de alimentos

A paralisação nacional dos caminhoneiros autônomos já afeta o setor produtivo de carnes e a distribuição de alimentos pelo país. A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e a Associação Brasileira de Proteína Animal (Abpa), informaram hoje que 129 unidades produtivas de carnes bovina, suína e de aves já estão paralisadas. A previsão das entidades é que, até a sexta-feira (25), mais de 90% da produção de proteína animal seja interrompida caso a situação não se normalize, somando mais de 208 fábricas de diversos portes.

24/05 11:22
Sem combustível, frotas de ônibus são reduzidas em várias cidades

A greve dos caminhoneiros, que chega hoje (24) ao quarto dia, começa a afetar o transporte urbano em diversas regiões do país, que estão reduzindo a frota de ônibus em circulação pela dificuldade no abastecimento. A situação, de acordo com organizações locais, deve ficar crítica a partir de sábado.

A Associação Nacional das Empresas de Transportes Urbanos (NTU) emitiu alerta informando “redução na frota e suspensão do serviço” em várias cidades. A entidade representa mais de 500 empresas no país.

24/05 11:20
Sistema Único de Segurança Pública

A crise trazida pela paralisação dos caminhoneiros atrasou a sanção do projeto de lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp), antes prevista para ocorrer esta semana. De acordo com o ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, alguns ministérios ainda “se debruçam” sobre o projeto e poderão sugerir vetos.

Updated: 24/05 11:16
Ao vivo em Pernambuco

Estudantes da rede municipal de ensino de Taquaritinga do Norte (PE) tiveram as aulas suspensas devido à impossibilidade de abastecimento da frota do transporte escolar. De acordo com a Secretaria de Educação e Cultura do município, inicialmente, as aulas foram suspensas hoje (24) e amanhã (25).

A suspensão poderá, no entanto, se estender. Segundo a secretaria, tudo depende do abastecimento dos postos de gasolina que, afirma, estão sem combustível. “A suspensão das aulas já foi comunicada ao representante do Ministério Público. Analisaremos a melhor forma de repor as aulas”, diz a secretaria em nota.

24/05 11:11
PRF escolta caminhões-tanque até aeroportos, diz Jungmann

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, declarou hoje (24) que o emprego de força federal para conter a greve dos caminhoneiros não foi requisitada pelos estados, mas que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem feito a escolta de caminhões-tanque até os aeroportos, para que possam abastecer aeronaves.

24/05 11:09
Após 2 horas, termina reunião do governo sobre greve de caminhoneiros

A reunião foi preparatória para a nova rodada de conversas com os caminhoneiros marcada para as 14h de hoje, na Casa Civil. Na reunião de ontem (23), representantes do governo e da categoria não entraram em acordo para encerrar a paralisação.

Updated: 24/05 11:09
Ao vivo em Brasília

A Secretaria-Geral da Mesa do Senado ainda não recebeu da Câmara o projeto de Lei 8456/17, que acaba com a desoneração da folha de pagamento para a maioria dos setores hoje beneficiados. O substitutivo do relator, deputado Orlando Silva (PCdoB-SP), aprovado ontem (23) pelos deputados, também isenta o óleo diesel das alíquotas do PIS e da Cofins até 31 de dezembro de 2018.

A partir da chegada da proposta ao Senado, o presidente da Casa, Eunício Oliveira (MDB-CE), dirá como será a tramitação da matéria. No momento, quatro medidas provisórias (MP) trancam a pauta da Casa e, apesar da urgência do projeto, ele só poderá ser votado no plenário do Senado depois que todas essas MPs forem apreciadas.

24/05 11:06
Associação de alimentos contabiliza prejuízo no quatro dia de greve

A Associação Brasileira das Indústrias da Alimentação (Abia) informou hoje (24) que existem mais de 315 caminhões com alimentos perecíveis parados em estradas de Minas Gerais, Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro, considerando apenas duas das 106 empresas associadas à Abia.

Updated: 24/05 11:08
Ao vivo no Paraná

As rodovias federais que atravessam o estado do Paraná registram 62 pontos com manifestações de caminhoneiros nesta quinta-feira (24). Em nenhum deles há bloqueio, segundo a Polícia Rodoviária Federal. Entre os pontos de protesto estão o km 502, da BR 376, em Ponta Grossa; o km 264, da BR 373, em Prudentópolis; e o km 330, da BR 153, em Irati.

Updated: 24/05 10:58
Indústria propõe aumentar biodiesel no combustível para resolver crise

Em uma tarde repleta de reuniões, o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, recebeu ontem (23) sugestões das indústrias de óleos vegetais e álcool para tentar resolver a crise em torno do preço dos combustíveis, especialmente gasolina e diesel.

 

Vários estados sofrem com desabastecimento e alta no preço dos combustíveis

Em nota oficial, a Associação Brasileira de Supermercados informou que alguns estados já começaram a sofrer com o desabastecimento de alimentos, o que pode repercutir no aumento dos preços dos produtos. Isso já estaria ocorrendo no Rio de Janeiro.

Já as indústrias transportadoras de carne afirmaram que há risco de que quase 90% da produção de proteína animal seja interrompida caso a situação não se normalize e o prejuízo pode chegar a US$ 60 milhões.

 

24/05 10:45
Ao vivo em Brasília

É grande a movimentação de motoristas nos postos de combustíveis localizados no Eixinho Norte, uma das principais vias de Brasília. Filas de carros que querem abastecer com gasolina ou diesel ocupam parte da pista no sentido norte. Os motoristas temem que o produto falte nos postos devido à paralisação dos caminhoneiros.

24/05 10:41
Petrobras vai reduzir preço do diesel nas refinarias por 15 dias

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, anunciou na noite de ontem (23) uma redução de 10% no valor do diesel nas refinarias por 15 dias. A decisão, segundo ele, busca contribuir com uma possível trégua no movimento dos caminhoneiros, que estão paradas nas estradas há três dias contra preço do combustível.

 

24/05 10:39
Alíquota zero no diesel pode resultar em queda de 14% no preço

Em uma votação acelerada, a Câmara dos Deputados concluiu ontem (23) a votação do projeto que acaba com a desoneração de 28 dos 56 setores da economia atualmente desonerados para reduzir tributos cobrados sobre o óleo diesel.

Após aprovarem o texto principal, os parlamentares rejeitaram em menos de uma hora todas as sugestões de alteração no parecer de Orlando Silva (PCdoB-SP). Segundo o relator, a alíquota zero na contribuição vai permitir uma queda de cerca de 14% no preço final do óleo diesel.

Ao longo do dia, diferentes medidas foram anunciadas, pelos parlamentares e pelo governo, com o objetivo de acabar com a greve dos caminhoneiros.

24/05 10:37
Petrobras reduz preço da gasolina pelo terceiro dia consecutivo

A Petrobras anunciou hoje (24) a terceira redução consecutiva do preço da gasolina. A partir de amanhã, o litro do combustível passará a custar R$ 2,016 nas refinarias da estatal, uma queda de 0,72% em relação ao preço atual (R$ 2,0306).

Em três dias, o preço da gasolina acumula queda de 3,39%. Apesar disso, o combustível acumula alta de 12,14% em maio.

 

Updated: 24/05 10:33
Protesto de caminhoneiros causa desabastecimento em São Paulo

A Associação Paulista de Supermercados (Apas) informou ontem (23) que as paralisações já causam desabastecimento nos supermercados, em especial nos itens de frutas, legumes e verduras, que são perecíveis e de abastecimento diário.

A entidade ressalta que também carnes e produtos industrializados, que levam proteínas no processo de fabricação, também estão com as entregas comprometidas pelos atrasos no reabastecimento.

 

As paralisações já causam desabastecimento nos supermercados, em especial nos itens de frutas, legumes e verduras, que são perecíveis e de abastecimento diário – Fernando Frazão/Agência Brasil
24/05 10:28
População faz fila nos postos de Brasília; combustível começa a faltar

O medo de faltar gasolina nos próximos dias, por causa da greve dos caminhoneiros, levou a uma corrida de motoristas a postos de combustíveis do Distrito Federal desde ontem (23). Há registros de postos fechados pois os estoques já estão zerados.

 

Updated: 24/05 09:57
Manifestações de caminhoneiros entram no quarto dia em todo o país

Os caminhoneiros entraram hoje (24) no quarto dia de manifestações contra o preço elevado dos combustíveis. No Rio de Janeiro, a categoria faz atos de protestos em 14 pontos em cinco rodovias federais que cortam o estado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, a maioria das manifestações ocorre nos acostamentos, onde os caminhoneiros param os veículos em fila.

 

População faz fila nos postos de Brasília; combustível começa a faltar – Marcello Casal Jr/Agência Brasil

24/05 09:55
Temer reúne ministros para discutir greve dos caminhoneiros

O presidente Michel Temer coordena hoje (24), a partir das 8h45, no Palácio do Planalto, reunião para discutir o impasse em torno dos preços dos combustíveis.

Temer convocou para a reunião os ministros Eduardo Guardia (Fazenda), Moreira Franco (Minas e Energia), Valter Casemiro (Transportes, Portos e Aviação), o presidente da Petrobras, Pedro Parente, e o secretário da Receita Federal, Jorge Rachid.

Credito:Agencia Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *