Seis pescadores foram detidos com redes e espécies de peixe fora da medida

Dois menores, um de 16 e um de 13 anos, participavam da pescaria no Rio Cuiabá. Entre o pescado irregular está um Dourado de 30 cm.

A Polícia Militar de Proteção Ambiental deteve seis pescadores praticando a pesca predatória com uso de rede no Rio Cuiabá, na tarde deste domingo (06.05), e apreendeu várias espécies de peixes fora da medida permitida. Quatro são moradores do bairro Praeirinho, e estavam às 16h, nas margens do rio no mesmo bairro. Os outros são do Jardim Ipanema, em Várzea Grande, e foram detidos às 18h nas proximidades do bairro Parque Atalaia. Denúncias anônimas levaram a Ambiental até os infratores.

Com os pescadores V.F.C.M 19 anos, A.J.R.S.,19, A.M.S. 16, E A.S.P.F., 13 anos, no bairro Praeirinho foram localizadas quatro canoas (inutilizadas no local), três redes e um peixe da espécie Pacu, com sinal de malha, fato que caracteriza a pesca com rede e com 13 cm de tamanho, ou seja, abaixo da medida permitida para pesca conforme legislação ambiental vigente (Lei nº 9.605/98).

No Parque Atalaia foram abordados G.C.S., 41 anos e E.R.G.,36. Com eles, 6 redes, quatro peças de peixe Cachorro, quatro de Piraputanga, uma de Chimboré, três Curimbatá, também fora da medida permitida que é de 38 cm. Dois deles mediam 28 cm e um 27 cm. Além de um Dourado de 30 cm sendo que a captura é proibida por lei.

Todo o material foi apreendido e entregue na Delegacia de Meio Ambiente e os suspeitos encaminhados para a Central de Flagrantes. A ação da Polícia Ambiental contou com apoio da Agência Local de Inteligência (Ali) e da Rotam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *