Destaque

DUAS MORTES: Amigos brigam e se entendem no mata-mata em MT

Publicado

na

Rafael Medeiros Da Redação

Josivaldo Maltas dos Santos, de 34 anos, foi morto a tiros na madrugada de domingo (29.04), na frente dos amigos na residência em que mora no município de Sinop ( 480 km de Cuiabá).

A vítima estava na companhia de dois amigos, quando um veículo de cor escura se aproximou, reduziu a velocidade e o passageiro efetuou vários disparos na cabeça e perna de Josivaldo.

O Corpo de Bombeiros constatou a morte do homem ainda no local. A polícia não sabe ainda a motivação do crime.

O corpo de Josivaldo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal para passar por necropsia.

Testemunhas estão sendo ouvidas na tentativa de solucionar o caso. A polícia continua nas investigações.

Outro Caso ..

Homem tenta tomar arma de amigo durante briga em conveniência e é morto em MT

Um homem foi assassinado a tiros por um jovem durante uma briga em uma conveniência na noite de sábado (28) em Peixoto de Azevedo, a 692 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Militar, Claudiomar Verardo, de 36 anos, foi morto por Hiago Luis Capellari, de 21 anos.

Leia Também:  RITMO FERIADO: Bêbado, irmão decepa dedo do outro e espanca mãe em Cuiabá

Hiago Luis Capellari | Assassino

Hiago foi preso em Terra Nova do Norte, a 648 km da capital, e confessou o crime.

Câmera de segurança registraram o homicídio. Nas imagens, é possível ver um desentendimento entre as duas pessoas. Em determinado momento, Claudiomar tenta puxar a arma de Hiago, que está fixada na parte de trás da bermuda, na cintura dele.

Ainda na gravação, os dois se afastam e, em seguida, Hiago retorna e atira no amigo.

Os policiais receberam uma informação sobre disparos dentro de um estabelecimento comercial. Claudiomar foi encontrado ferido no chão, já sem vida. Ele foi atingido por um tiro na cabeça e outro no peito.

Testemunhas relataram à polícia que Hiago e Claudiomar entrou em luta corporal com a vítima dentro do estabelecimento e o suspeito disparou com uma arma de fogo.

Ainda de acordo com a PM, Hiago pegou a caminhonete de Claudiomar e fugiu em seguida.

As testemunhas afirmaram que o suspeito e a vítima chegaram juntos na conveniência após chegarem de Terra Nova do Norte.

Leia Também:  Equipe da Rotam chega de surpresa em festa de aniversário e realiza sonho de menino de 4 anos

Com a foto do suspeito e características do veículo utilizado na fuga, os policiais conseguiram fazer a detenção do suspeito já em Terra Nova do Norte, ainda com a caminhonete da vítima.

Antes de ser preso, Hiago passou em alta velocidade e a polícia fez disparos para furar o pneu do automóvel e conseguir prendê-lo.

Hiago não disse o motivo da discussão. Depois de ser interrogado, o suspeito foi encaminhado para a Cadeia Pública de Peixoto de Azevedo.

Outro Caso …

ASSASSINATO: Jovem é morto com 10 tiros em MT

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaque

Parceria entre Governo e Programa REM garante mais R$ 300 mil para resgate de animais

Publicado

na

Serão destinados mais R$ 300 mil para ações de resgate e atendimento de animais atingidos pelos incêndios florestais do Pantanal, em Mato Grosso. O Posto de Atendimento Emergencial de Animais Silvestres (PAEAS) que receberá o reforço fica localizado no km 17 da rodovia Transpantaneira (MT-060) e o Governo já investiu R$ 500 mil na ação.

“A Secretaria de Estado de Meio Ambiente acionou o Programa REM (Programa Global REDD Early Movers) que já sinalizou com a autorização para a entrega de mais R$ 300 mil só para o posto de atendimento”, explica a secretária de Estado de Meio Ambiente (SEMA), Mauren Lazzaretti.

Com investimento inicial de R$ 500 mil, o Estado já viabilizou a estrutura de atendimento, insumos, carros e veículos como caminhões-pipa, cochos e recintos para os animais.

Os cuidados aos animais oferecidos pelo corpo técnico de veterinários, assistentes, bombeiros militares, policiais militares, biólogos, e voluntários que estão atuando na linha de frente do atendimento no PAEAS, fazem parte das ações para diminuir os impactos dos incêndios – ainda não mensurados – na fauna e flora.

“Nós estamos mobilizados para fazer o controle dessa situação desastrosa, junto com toda a comunidade científica, com os voluntários, como órgão ambiental, testando novas alternativas para que a gente possa passar por este momento mitigando e reduzindo da melhor forma os impactos, e também estabelecendo novas estratégias para que a gente possa de algum modo estar mais preparados para eventos futuros desta mesma natureza”, explica a secretária.

Leia Também:  Estado entrega sétimo lote de vacina contra gripe influenza

O Programa REM (REDD para Pioneiros pela sigla em Inglês) que irá destinar recursos para o atendimento dos animais, é uma iniciativa dos Governos da Alemanha e Reino Unido, que investe na proteção do meio ambiente em nações e estados comprometidos com a redução de emissões de CO2, por meio da conservação de florestas.

Posto de Atendimento de Animais

O PAEAS Pantanal realiza o resgate, atendimento inicial, recuperação e assistência com mantimentos aos animais silvestres atingidos direta ou indiretamente pelos incêndios desde o dia 30 de agosto. É um dos instrumentos de resposta aos incêndios florestais e integra as ações do Centro Integrado Multiagências (Ciman).

“Montamos um posto de atendimento emergencial com o objetivo de garantir que os animais que estão sendo resgatados pela nossa equipe do Corpo de Bombeiros e pelo Batalhão Ambiental pudessem ter os primeiros atendimentos, como em um pronto-socorro”, conta Lazzaretti.

O Posto possui local para internar, fazer os primeiros atendimentos e para orientar a reintrodução. Na eventualidade de precisar de acompanhamento, o animal fica internado no PAEAS, e em caso de necessidade de atendimento especializado, é feita a remoção para a estrutura de hospitais veterinários de Cuiabá.

Leia Também:  Projeto favorece o afastamento imediato de agressores durante pandemia

“O objetivo é reintroduzir o animal em ambientes que estejam preservados. A estrutura do Corpo de Bombeiros está tentando manter este ambiente para que a fauna possa ser reabilitada”, pontua ela.

A unidade já atendeu muitas espécies de animais de pequeno e grande porte, como onças, lobetes, iguana, anta, jabuti, garça, jaguatirica, tamanduá, entre outros. A força tarefa para atendimento aos animais reúne esforços de órgãos do Governo de Mato Grosso, Governo Federal, entidades de classe, terceiro setor e instituições privadas.

O posto funciona com apoio das Secretarias Estaduais de Meio Ambiente, Segurança Pública, Saúde, universidades federais (UFMT e IFMT), Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Ambiental, Marinha, Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-MT), Ordem dos Advogados do Brasil, ONG Ampara Silvestre, Clínicas Veterinárias, Ibama, Prefeitura Municipal, trabalho voluntário e doações.

Fonte: GCOM-MT

Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA