Dois motoristas são presos em flagrante por dirigir embriagados em Várzea Grande

Nas avenidas Couto Magalhães e Artur Bernardes, ambas na área central de Várzea Grande, dois motoristas foram presos em flagrante delito por embriaguez na noite do último sábado (07.04).

As prisões aconteceram durante policiamento de rotina. No primeiro caso, na Avenida Artur Bernardo, a prisão ocorreu após uma colisão na qual, felizmente, ninguém ficou ferido. E.F.C.S., 34 anos, dirigia um Corsa modelo Classic que colidiu em um Fiat Uno.

No local os policiais suspeitaram da embriaguez e decidiram encaminhar o condutor para o exame de alcoolemia (teste do bafômetro). O resultou apontou 0,52 mg/l de álcool por litro de ar alveolar expirado.

Já no segundo caso, na Avenida Couto Magalhães, o condutor de um veículo Gol ultrapassou uma viatura da PM em alta velocidade e logo depois “furou” um sinal vermelho. Somente em outra avenida, Na Alzira Santana, cerca de cinco quadras depois, os policiais conseguiram cercá-lo e fazer a abordagem.

C.F.S.F.,23, que estava na direção do carro não acatou sinais luminosos, sirene, resistiu à prisão e xingou os policiais antes de ser contido. O teste de alcoolemia dele aponto 0,63 mg/l.

Os dois motoristas foram presos em flagrante e juntamente com seus veículos conduzidos à delegacia.

Legislação

A partir de 0,34 mg/l o Código de Trânsito caracteriza como crime, sujeito a prisão em flagrante e pena de detenção de seis meses a três anos. E ainda determina a apreensão da CNH, do carro e multa de mais de R$ 2 mil. Para exame que apresenta resultado  de até 0,33 mg/l o infrator tem a carteira suspensa e responde administrativamente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *