AUTISTA: Aluna de escola pública volta pra casa espancada; denuncia mãe em Cuiabá

Rafael Medeiros Da Redação

Desesperada, a mãe de uma criança de 10 anos procurou a reportagem do Jornal do Ônibus, para denunciar uma unidade de ensino público no bairro Despraiado em Cuiabá. Preocupada a mãe acredita que a filha, diagnosticada com autismo e deficiência física, foi agredida na unidade de ensino.

O caso virou caso de polícia, o boletim de ocorrência foi registrado na 1ª Delegacia da Polícia Civil. A criança deficiente, é aluna da Escola Municipal de Ensino Básico Gláucia Maria Borges Garcia, e frequentava o primeiro ano do ensino fundamental.

Conforme boletim de ocorrência, a mãe relata que ao buscar a filha M.E.R.M.P, encontrou com hematomas na parte do ombro e nas costas.

Diante do caso, procurou a profissional responsável por cuidar da filha dentro da unidade. Segundo a mãe, a profissional começou a chorar e garantiu que não havia feito nada com a garota.

O Jornal do Ônibus, entrou em contato com a diretora da escola, Giane Rocha, sem dialogo a profissional informou que a unidade não vai comentar o caso até que seja emitido o laudo de corpo delito.  A responsável pela escola, alegá não saber o que ocorreu e nem se os hematomas são mesmo de uma agressão.

O caso será apurado pela Polícia Civil, juntamente com a Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *