Destaque

VIÚVA NEGRA MT: Mulher manda amante matar o marido e 1 ano depois encomenda a morte do próprio amante

Publicado

na

Rafael Medeiros Da Redação

Policiais prenderam na manha deste Sábado (24.03), Cléia Rosa dos Santos, de 34 anos, acusada de mandar matar o marido, Jandirlei Alves Bueno, de 39 anos, e, depois de um ano, mandou matar também o amante dela Adriano dos Santos, 20 anos. O crime ocorreu no município de Sinop (a 479 km de Cuiabá).

A mulher planejou toda a execução do marido e do amante. De acordo com a Polícia Civil, o marido dela, Jandirlei Alves Bueno, foi morto em outubro de 2016. Cléia teria pedido ao amante, Adriano Gino, que o matasse.

O marido foi golpeado com facadas e encaminhado para o hospital. Ele morreu dois meses depois.

No Boletim de Ocorrência, registrado pela mulher, ela despista a ação, e simula para a polícia, que o marido foi vítima de um suposto latrocínio (roubo seguido de morte).

Depois da morte do marido Cléia continuou a vida com o amante. Depois de um ano Cléia se cansou do amante, e encomendou a morte dele. Segundo a polícia, ela contou com a ajuda de dois guardas-noturnos para cometer o crime.

Leia Também:  ENTIDADES DO VAREJO CRIAM PLATAFORMA INÉDITA DE GERAÇÃO DE EMPREGOS

Neste crime, Cléia teria dopado o amante até que os executores chegaram e mataram Adriano com golpes de enxada. Cléia alegou que o amante tinha brincadeiras de ameaça.

Em investigação, a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, (Derf) desvendou todo o crime. Prenderam os dois comparsas que mataram Adriano, ambos confessaram a participação e entregou a Cléia, a mandante do crime.

O corpo do amante foi encontrado neste sábado enterrado numa região afastada da cidade. Na mesma vala, os assassinos enterraram a motocicleta do marido de Cléia. A ossada e a moto foram encaminhadas para exames periciais.

Cléia e os outros dois presos ainda estão sendo ouvidos pelo delegado.

 

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cotidiano

SES promove capacitação para detecção precoce de casos de dengue, chikungunya e zika

Publicado

na

A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), por meio da Superintendência de Vigilância em Saúde, realizará, entre a próxima quarta e sexta-feira (02 e 04.12), das 14h às 16h, capacitação de atualização para os profissionais da saúde pública e privada de Mato Grosso. A proposta do curso é qualificar as equipes para a detecção precoce dos casos de dengue, zika e febre de Chikungunya visando o atendimento oportuno, tratamento adequado e reabilitação dos pacientes.

“Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19”

Foto por: ESP-SES-MT

A atualização, intitulada “Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19”, acontecerá via web e será transmitida pela Escola de Saúde Pública por meio do canal no Youtube neste link.

A programação será transmitida para três turmas distintas, distribuídas por grupos das macrorregiões de saúde. Os municípios das regiões Leste e Norte serão capacitados na quarta-feira (02); na quinta-feira (03) será a vez das regiões Centro Norte e Centro Noroeste receberem a qualificação e na sexta-feira (04) os profissionais das regiões Oeste e Sul  encerram o ciclo de web atualização.

A diretora da Escola de Saúde Pública, Silvia Tomaz, explica que os profissionais de saúde terão a oportunidade de atualizar conhecimento sobre o tema, com o foco voltado para o diagnóstico e o tratamento dessas doenças que são endêmicas no Estado, melhorando ainda mais a assistência prestada à população. 

“A atividade contará com importante contribuição do médico infectologista Dalcy de Oliveira Albuquerque Filho, graduado em medicina pela UFRJ [Universidade Federal do Rio de Janeiro] e servidor aposentado da Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal, com especialização em Medicina Tropical e MBA em Gestão de Saúde de Controle de Infecção e referência de arboviroses urbanas para o estado de Mato Grosso”, destacou a diretora da Escola.

As apresentações e outros materiais técnicos e legais disponíveis, bem como a emissão de declarações de participação serão disponibilizados aos participantes que se cadastrarem antecipadamente na Plataforma AVA/Moodle da Escola de Saúde Pública neste link.

Serviço

A capacitação sobre “Manejo Clínico para Arboviroses Urbanas (Dengue, Chikungunya e Zika) em tempos de Covid-19” acontecerá entre quarta e sexta-feira (02 e 04.12), das 14h às 16h, por meio do canal no Youtube da Escola de Saúde Pública. A inscrição da atividade por ser feita neste link.

Fonte: GOV MT

Leia Também:  Curso Poliedro disponibiliza videoaulas gratuitas de Redação para o Enem
Continue lendo

PUBLICIDADE

POLÍTICA

ECONOMIA

VARIEDADES

MAIS LIDAS DA SEMANA