ALMOÇO SALGADO: Cuiabanos pagam o 2º maior valor na refeição fora de casa

Rafael Medeiros Da Redação

Nos últimos anos o almoço dos Cuiabanos anda doendo um pouco mais no bolso. A capital Mato-grossense assume o 2º lugar onde o almoço é o mais cara da região Centro-Oeste, perdendo apenas para Brasília (DF).

Cuiabanos chegam a desembolsam cerca de R$ 696,08 por mês com almoço fora de casa.

O preço da refeição completa na capital subiu cerca de 3% desde o ano passado. Em 2017, a refeição custava aproximadamente R$ 30,72, um valor que já era considerado alto.

Hoje os cuiabanos pagam, em média, R$ 31,64 pelo almoço completo, de acordo com levantamento da Associação Brasileira das Empresas de Benefícios ao Trabalhador (ABBT). Na região, o valor só é menor que o registrado em Brasília (DF), onde os trabalhadores desembolsam R$ 34,78.

Em Campo Grande (MS) são os que pagam menos pelo almoço, R$ 26,23, ou R$ 5,41 a menos que os cuiabanos.

O Jornal do Ônibus conversou com a presidente da ABBT Jessica Srour, que acredita que esse aumento vem dos outros custos, como gás de cozinha, energia e água.

“Os aumentos no gás e água pressionaram os estabelecimentos a fazerem o mesmo repasse para o valor das marmitas dos consumidores”. Disse a presidente.

“Para nós que estamos fazendo compras sempre, o preço dos alimentos subiu. O óleo, por exemplo, cheguei a pagar R$ 110 na caixa, sendo que pagava R$ 67. Acabamos tirando (o aumento) da nossa margem de lucro. Só o botijão de gás subiu absurdamente”, comenta Edileuza Silva, gerente de um restaurante de Cuiabá.

De acordo com o IBGE, que calcula o IPCA, os alimentos consumidos em casa retraíram 4,85% no ano passado e foram responsáveis pela queda na inflação. Entretanto, a alimentação fora de casa ficou mais cara, chegando ao aumento de 3,83%, segundo o índice.

Opção ..

Cuiabá conta com apenas um restaurante popular, que serve almoço no valor de 3,00 R$. O local fica, na Rua Baltazar Navarros, Nº 567, bairro Bandeirantes, na Capital.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *